Frequência

Flag Counter

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

IDEOLOGIA DOMINANTE: Uma sucessão de fatos históricos

TOMÁS DA FONSECA, Professor e Escritor nasceu em Laceiras (Mortágua) em 10 de Março de 1877 e morreu em Lisboa, a 12 de Fevereiro de 1968.

TOMÁS DA FONSECA foi perseguido, preso, dezessete dos seus livros foram proibidos pela censura fascista, mas nunca desistiu, jamais capitulou. Era um homem que não acreditava em Deus, publicou em 1909 um livro que fez época: "SERMÕES DA MONTANHA", hoje quase ignorado pelas gerações atuais. Na passagem dos 30 anos da sua morte desejamos evocá-lo com um pequeno mas atual excerto da já citada Obra.

SERMÕES DA MONTANHA

Excertos

"... Sempre que uma grande e luminosa descoberta fornece benefícios aos mortais, facilitando e adoçando a vida, logo surgem os padres nos púlpitos, condenando-a como obra contra Deus e contra a fé de nossos pais.

Foi deste modo que perseguiram, sacrificaram e desonraram (quantos morreram cobertos de ignomínia e de miséria irresgatável!) Copérnico, que descobrira o movimento da Terra; Newton e La Place, que ensinaram o sistema do mundo; Franklin e Dawis, que abrigaram do raio e das explosões do grisu; Galvani e Volta, que revelaram as correntes eléctricas, hoje dominadoras do mundo; Wheratstone e Morse, que, por meio do telégrafo, fizeram voar o pensamento com a velocidade dum raio... Perseguiram Bacon e Descartes, ultrajaram Look e Espinosa.

Le Bon, que iluminou as cidades a gás, foi obrigado a emigrar; Galileu, que nos legou o termómetro, a balança hidrostática e nos revelou o movimento da Terra, foi agarrado e torturado pelo dedo de Deus, nesse tempo ao serviço da Inquisição; Rousseau, que nos ensinou a arte de educar as crianças, foi um dos homens mais perseguido e mais repetidas vezes condenado pela igreja.

Para saber mais:
http://www.geocities.com/Paris/Rue/5214/tomaz_fonseca.htm

Nenhum comentário: